Gadgets como este Pendrive Cheio de Cerveja me faz realmente repensar as coisas básicas. Definitivamente mais do que a minha matéria de filosofia no primeiro ano de faculdade, pelo menos..



Seria o capitalismo tão bom assim que leva a pendrives cheios de cerveja com “objetos flutuantes customizáveis opcionais” dentro? Deveríamos ficar tão contentes com o nosso livre arbítrio se isto significa eu receber e-mails de pessoas que fazem pendrives com CERVEJA dentro deles? E será que eu me sinto seguro o suficiente como um geek por gadgets, ficando todo empolgado com os brinquedos brilhantes mais recentes e mais animais que há por aí se neste mesmo e-mail há indícios de que estes objetos flutuantes sejam tridimensionais? Como eles poderiam não ser tridimensionais se são objetos físicos? Não dá pra fingir que o mundo é o mesmo depois disto. O Sol não brilha mais tão intensamente. O ar não tem mais aquele sabor suave. Parabéns, Sr. Fabricante de Pendrive USB Cheio de Cerveja. Você me deixou em frangalhos. .


1 comentários

  1. Cristiane  

    Novidades tecnológicas necessárias ou não, tudo gira em torno do capitalismo e além do livre arbítrio também há a consciência e o gostar de algo. Se for algo que as pessoas realmente queiram e as agradam com certeza será vendido mesmo que seja inútil o formato, decoração enfim... Se agradou, não é mesmo? O Sol, o meio ambiente em geral não é mais o mesmo desde que o homem começou a trabalhar a sua condição de existência e exagerar em suas ações. A tecnologia é a grande vilã? Não. Há outras ações preocupantes. Não vejo mal em um pen drive como esse, mas vejo mal em críticas tendenciosas - é apenas a minha opinião.

Postar um comentário



Assinar: Postar comentários (Atom)